domingo, 14 de setembro de 2008

Tudo...

"Tudo quanto tevier a mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças, porque no além para onde tu vais não há obras, nem projetos, nem conhecimento algum". Eclesiaste
Este texto fazia parte da minha proposta de trabalho, quando fui conselheira tutelar em Novo Hamburgo, no período de 1995 a 1998, havia esquecido-me deste fato. Hoje, ao adentrar os pavilhões da FENAC, em Novo Hamburgo, reencontrei Raquel Flores e, a mesma fez-me recordar deste texto que embora, não estivesse na minha memória, faz parte do meu dia-a-dia. Beijos no coração, Maria Ester do Nascimento.

Um comentário:

SHIRANGANO disse...

Concordo... nao sabemos o amanha.
Força...